Home Gabriel Ferraz

Author: Gabriel Ferraz

Post
Causalidade nas ciências sociais (Parte 1)

Causalidade nas ciências sociais (Parte 1)

O que é causalidade? Todos que tiveram algum contato com estatística já escutaram o mantra “correlação não implica causalidade”. E, de fato, não implica. Mas um aluno mais curioso, quando abre seu livro-texto de estatística, se vê órfão quando busca entender o que diabos é essa tal de causalidade. Por exemplo, no famoso livro introdutório...

Post
Teoria dos jogos – Alguns exemplos e aplicações

Teoria dos jogos – Alguns exemplos e aplicações

O dilema dos prisioneiros Imagine o seguinte cenário apresentado por A. W. Tucker nos anos 40: duas pessoas foram responsáveis por um roubo bem sucedido. Depois de um tempo e de muita investigação policial, esses indivíduos são capturados pelas autoridades, que, apesar de incertas sobre o paradeiro dos assaltantes, estão sedentas por uma confissão. Para...

Post
Por que a Inglaterra foi a pioneira na Revolução Industrial?

Por que a Inglaterra foi a pioneira na Revolução Industrial?

É inegável que um dos eventos mais marcantes da história da humanidade foi a revolução industrial. Para entender seu impacto, basta um pequeno e singelo gráfico: Basicamente, podemos aproximar qualquer série histórica à uma reta horizontal, seja ela uma série relativa à expectativa de vida, à economia, ao percentual de países que vivem em uma...

Post
Por que existem juros?

Por que existem juros?

A pergunta que inicia este artigo não é o que são juros ou para quê juros, mas por que existem. O juro nada mais é que o preço para transferir recursos entre diferentes instantes no tempo. Por toda a história da humanidade, por onde havia juros, também havia controvérsia. A razão pela qual isso acontece...

Post
A filosofia da economia

A filosofia da economia

Segue a tradução do artigo “The Philosophy of Economics” do site Stanford Encyclopedia ofPhilosophy em sua versão acessada em julho 2021. . “Filosofia da economia” consiste em indagações sobre (a) a escolha racional, (b) a avaliação dos resultados, instituições e processos econômicos, e (c) a ontologia dos fenômenos econômicos e as possibilidades de adquirir conhecimento...

Post
Hayek e o uso do conhecimento na sociedade

Hayek e o uso do conhecimento na sociedade

“Estou convencido de que se o sistema de mercado fosse o resultado de um projeto humano deliberado, e se as pessoas guiadas pelas mudanças de preços entendessem que suas decisões têm um significado muito além de seus objetivos imediatos, este mecanismo teria sido aclamado como um dos maiores triunfos da mente humana.” Friedrich August von...

Post
Teorias sobre o lucro

Teorias sobre o lucro

Críticas ao lucro são muito comuns. Também não é raro que, em tempos de crise, se critique os bancos por lucrarem. Critica-se o sistema capitalista por ser movido ao lucro, abastecido pelo medo e pela ganância. Segundo teóricos marxistas, pode-se interpretar que será o lucro a causa de uma futura e hipotética queda do capitalismo,...

Post
Sobre o federalismo fiscal

Sobre o federalismo fiscal

A intervenção do governo sobre a economia, como vimos em outro artigo, ocorre principalmente com a finalidade de corrigir falhas de mercado e melhorar questões de equidade. Ainda que já tenhamos relaxado a hipótese do governo benevolente quando falamos de escolha pública, faltou relaxar a hipótese do governo centralizado. O governo se estrutura em vários...

Post
Por que livre comércio?

Por que livre comércio?

O que há de tão especial no livre comércio? Por que os economistas majoritariamente são favoráveis a tais medidas? O caso do livre comércio reside numa análise de custo-benefício de implementar uma tarifa no comércio internacional. Será que a implementação de uma tarifa gera eficiência? Vamos analisar essas questões no presente artigo. Para começar nossa...

Post
O que são falhas de governo?

O que são falhas de governo?

Muito se fala nas falhas de mercado, como externalidades (link aqui), bens públicos (link aqui) e informação assimétrica (link aqui). Em resposta a esses problemas é tipicamente visto como solução a intervenção governamental na economia para prover a alocação eficiente. Todavia, essa solução pressupõe que o governo é uma agente benevolente cujo objetivo é maximizar...